• Equipe Kreativ

Doença da gengiva aumenta o risco de desenvolver doença de Alzheimer em 70%


Pessoas que sofreram de doenças da gengiva por dez anos ou mais têm 70% mais chances de desenvolver a doença de Alzheimer, descobriu um novo estudo.

A pesquisa, publicada na revista Alzheimer's Research & Therapy, analisou mais de 25.000 pessoas para examinar se pacientes com 50 anos ou mais com doença gengival grave - também chamada de "periodontite crônica" - tinham um risco aumentado de desenvolver a doença de Alzheimer.

Embora não tenham determinado qualquer ligação causal direta entre as duas doenças, descobriram que as pessoas que sofriam de doença gengival de longa data, de dez anos ou mais, tinham até 70% mais chances de desenvolver a doença de Alzheimer.

A Fundação de Saúde Oral, instituição de caridade líder em saúde no Reino Unido, há muito tempo reconhece laços estreitos entre saúde bucal deficiente e saúde geral e acredita que, prestando mais atenção à nossa boca, poderemos manter melhor a saúde geral mais tarde.

As ligações entre a saúde bucal e doenças que afetam outras partes do nosso corpo estão se tornando cada vez mais aparentes a cada nova pesquisa. Estudos como este pode ser extremamente importante para nos ajudar a entender como podemos ajudar a reduzir nosso risco de desenvolver diferentes doenças e, como resultado, melhorar a vida de milhões de pessoas no futuro.

A boa notícia é que a doença gengival é uma doença totalmente evitável e tratável, garantindo uma saúde bucal boa e consistente.

Evitar doenças da gengiva pode ser tão simples quanto escovar os dentes duas vezes ao dia com um creme dental com flúor, usando escovas interdentais diariamente e visitas regulares ao dentista.

Embora a doença da gengiva possa ser tratada de maneira muito eficaz, a melhor abordagem é certamente a prevenção e a certeza de que não a prejudicaremos.

A gengivite é um inchaço, dor ou infecção dos tecidos que sustentam os dentes. Existem duas formas principais de doença gengival: gengivite e doença periodontal.

Conforme a doença se agrava, o osso que ancora os dentes na mandíbula pode se perder, tornando os dentes soltos. Se isso não for tratado, os dentes podem eventualmente cair.

Tratar a doença da gengiva pode ser feito por seu dentista, removendo toda a placa bacteriana e tártaro de seus dentes.

A pesquisa também relacionou doenças cardíacas, derrames, baixo peso e nascimentos prematuros, a doenças nas gengivas.

Para obter mais informações e dicas úteis sobre sua saúde bucal, incluindo dicas rápidas e fáceis sobre clareamento, faça o download do nosso ebook gratuito UM SORRISO BRILHANTE É SEU MELHOR ACESSÓRIO ou, venha nos conhecer na Clinica Kreativ. Se você está procurando um dentista em Belém que se preocupa com o seu conforto, saúde geral e um sorriso perfeito, FALE CONOSCO AGORA. www.clinicakreativ.com.br

#clinicaodontologica #dentista #estetica #esteticafacial #rejuvenescimento #dental

0 visualização
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon

AVENIDA ALCINDO CACELA, 2351 - SALAS 102/103 - CREMAÇÃO - BELÉM - PARÁ

(91) 3115-0188  -  (91) 98846-7235