• Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon

AVENIDA ALCINDO CACELA, 2351 - SALAS 102/103 - CREMAÇÃO - BELÉM - PARÁ

(91) 3115-0188  -  (91) 98846-7235

Please reload

Posts Recentes

Perda de dentes e sua dieta

January 3, 2018

1/10
Please reload

Posts Em Destaque

Saúde bucal deficiente aumenta riscos de fragilidade idosos

December 5, 2018

 

Problemas de saúde bucal, como doenças nas gengivas e perda de dentes, têm sido associados à fragilidade em homens mais velhos, revelou um novo estudo.

 

Pesquisadores observaram mais de 1.000 homens em um período de três anos e descobriram que aqueles com problemas de saúde bucal tinham maior probabilidade de sofrer perda de peso, exaustão, déficit de atenção, redução na velocidade de caminhada e baixa atividade física.

 

O estudo mostrou que uma em cada cinco (20%) pessoas examinadas não tinha dentes, mais da metade (54%) tinha gengivite, quase um terço (29%) sofria de boca seca e cerca de um em dez (11%) tinha problemas comendo.

 

Segundo a Oral Health Foundation os adultos mais velhos têm mais problemas de boca e isso pode ter um efeito direto no bem-estar geral: "Os problemas de saúde bucal são mais comuns entre os idosos com perda de dentes". Doença da gengiva, cárie dentária e boca seca, são o mais provável de ocorrer. Estas condições não só influenciam a saúde da boca, mas também afeta a qualidade de vida de uma pessoa também.

 

As dificuldades de saúde bucal dos idosos incluem dificuldade em comer, engolir, falar, obter uma nutrição adequada e até sorrir. Os idosos que sofrem com problemas de saúde bucal também podem ser afetados na dor e desconforto em sua boca e mandíbula.

 

Além do exame odontológico, os participantes que tinham entre 71 e 92 anos tiveram a altura, o peso e a cintura medidos e realizaram testes de caminhada programada.

 

Normalmente são levados em consideração apenas as dificuldades sensoriais como visão e audição, e a saúde bucal é frequentemente ignorada quando se avalia a fragilidade das pessoas mais velhas.

 

O estudo destacou a importância da saúde bucal em idosos. Exames odontológicos e a saúde da boca de uma pessoa podem se tornar indicadores úteis de fragilidade e ser adicionados a avaliações gerais de saúde em idosos.

 

O governo deve começar a ter um interesse maior em identificar as necessidades da população idosa em um estágio anterior, para que os profissionais de saúde possam gerenciá-los de maneira rápida e correta.

 

O Brasil está enfrentando mudanças significativas em sua população idosa, com o número de pessoas com mais de 60 anos que deverá aumentar nos próximos 20 anos.

 

Entre os desafios para a força de trabalho, habitação, educação e serviços públicos, as necessidades adicionais de saúde continuam a ser uma preocupação crescente.

 

Uma abordagem urgente e preventiva deve ser tomada para a saúde bucal da população, a fim de aliviar a pressão futura sobre um sistema de saúde já sobrecarregado.

 

Uma simples rotina diária de escovar os dentes pela última vez durante a noite e em uma outra hora durante o dia com um creme dental com flúor poderia melhorar muito a saúde de nossa boca.

 

Reduzir a quantidade de açúcar que consumimos e visitar o dentista regularmente também é muito importante. Ao fazer essas coisas, não há razão para não conseguirmos manter nossos dentes por toda a vida e também reduzir nosso risco de fragilidade como adultos mais velhos.

 

Para obter mais informações e dicas úteis sobre sua saúde bucal, incluindo dicas rápidas e fáceis sobre clareamento, faça o download do nosso ebook gratuito UM SORRISO BRILHANTE É SEU MELHOR ACESSÓRIO ou, venha nos conhecer na Clinica Kreativ. Se você está procurando um dentista em Belém que se preocupa com o seu conforto, saúde geral e um sorriso perfeito, FALE CONOSCO AGORA. www.clinicakreativ.com.br

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags